fbpx

Fique por dentro

Notícias, eventos e artigos

Como Fazer sua Equipe Realmente Pensar Fora da Caixa

Pense fora da caixa. Se você é um líder, provavelmente já disse essas palavras várias vezes. E, provavelmente, alguém disse a mesma coisa para você. Mas você já explicou como pensar fora da caixa?

Por mais que gostemos de dizer “pense fora da caixa”, poucas pessoas sabem como fazê-lo. E a maioria das pessoas, até os líderes, preferem ficar dentro da caixa. Isso é um grande problema, pois não só dificulta a criatividade e a inovação, mas também prejudica os resultados dos negócios e, em última análise, deixa os funcionários sem poder.

O que é a caixa?

Para pensar fora da caixa proverbial, primeiro precisamos entender melhor o que é a “caixa”. A caixa é na verdade um conjunto de comportamentos em que as pessoas se envolvem – comportamentos que limitam a imaginação e a criatividade. Esses comportamentos formam as “paredes” da caixa e normalmente são quatro:

1. Culpa: A tendência de culpar os outros quando as coisas dão errado.
2. Reclamar sobre problemas: a tendência a pensar em termos de problemas e a reclamar desses problemas.
3. Defensividade: A tendência a estar alerta e a tomar uma postura defensiva sob estresse.
4. Mente fechada: pensar em si mesmo como um especialista e uma falta de interesse em pontos de vista novos ou diferentes.

Porquê as pessoas escolhem viver em uma caixa

Parece absurdo que as pessoas optem por se encaixarem, mas é exatamente isso que a maioria das pessoas faz, e é o que muitos líderes também fazem. Há uma razão muito lógica: viver dentro das paredes da caixa pode parecer fácil, confortável e seguro. Por exemplo, é sempre fácil reclamar, encontrar falhas e apontar dedos. Ser defensivo faz com que as pessoas pensem que estão a salvo de ataques. Se você mantiver uma mente fechada, será poupado do esforço e do desconforto de precisar aprender.

Aqui está o problema com a caixa: a segurança é uma ilusão. Com o tempo, se isolar culpando os outros pode torná-lo um alvo. A defensividade leva a uma cultura onde ninguém assume responsabilidade. A mentalidade fechada fará com que suas habilidades se degradem com o tempo, porque você não se envolve em aprendizado ativo para se manter atualizado. Os líderes que vivem na caixa não podem inspirar inovação ou criatividade, e os resultados de negócios acabarão sofrendo. Na realidade, a caixa é um lugar perigoso.

Como pular fora da caixa

Pensar fora da caixa exige mudar os comportamentos associados a cada uma das quatro paredes. Você pode pensar em cada uma dessas mudanças como uma maneira de saltar fora da caixa.

• Passe da Culpa para a Responsabilidade
As pessoas que pensam fora da caixa são rápidas em avançar e assumir a responsabilidade. Isso pode significar assumir a responsabilidade quando as coisas dão errado ou assumir novas responsabilidades para lidar com uma situação difícil.

• Mudar de Reclamar Sobre Problemas para Encontrar Soluções
Pensar fora da caixa significa focar no que pode ser feito em relação a problemas (por exemplo, encontrar soluções) em vez de ser consumido por problemas. As pessoas que pensam fora da caixa são implacáveis em sua busca por soluções e têm pouco tempo para se envolver em reclamações.

• Mudar da Defensivo para Comprometido
Embora a defensividade forneça uma ilusão de segurança, na verdade, a defensividade é enfraquecedora. Isso mantém você em uma posição reativa e passiva, onde você só reage a algo que já aconteceu. Mudar para a comprometido coloca você em uma postura ativa e fornece o poder de impactar o futuro.

• Mudar de Mente Fechada para Mente Curiosa
Há um ditado budista: “Na mente do principiante, há muitas possibilidades. Na mente do especialista, há poucos.” Fechar a sua mente – supondo que você é um especialista, com nada mais para aprender – impede a criatividade necessária para novas idéias. As pessoas que pensam fora da caixa ficam profundamente curiosas sobre o que não sabem, o que, por sua vez, leva à criatividade.

Capacite sua equipe para pensar fora da caixa

Aqui está uma pergunta que faço aos líderes que querem um pensamento mais inovador: como você lida com o fracasso? Muitos dizem que o fracasso não é uma opção em suas organizações e, infelizmente, isso significa que o pensamento fora da caixa também não é uma opção.

Criar uma cultura que inspire o pensamento fora da caixa, um ambiente em que as pessoas se engajem nos comportamentos para saltar fora da caixa, é, em última análise, inspirar as pessoas a se expandirem e capacitá-las para impulsionar a mudança. Mas a mudança pode ser dura e perigosa. Quando as pessoas tentam saltar da caixa, ocasionalmente ficam aquém e falham. Você precisa fornecer suporte para aqueles momentos em que a mudança é difícil, e esse suporte é sobre o exemplo que você define, os comportamentos que você incentiva e as conquistas que você recompensa.

Primeiro, pense no exemplo que você definiu. Você sempre modela comportamentos fora da caixa? Você se eleva e assume responsabilidade e prestação de contas, concentra-se em soluções e demonstra curiosidade?

Em seguida, encontre maneiras de incentivar e capacitar as pessoas que estão prontas para sair da caixa. Deixe-os saber que você reconhece seus esforços; ajude-os a refinar suas ideias e decidir quais riscos valem a pena; deixe-os saber que você estará lá se as coisas ficarem difíceis.

E o mais importante, seja extremamente consciente de quais conquistas você recompensa. Você só reconhece as pessoas que jogam com segurança? Ou você também recompensa as pessoas que estão dispostas a se esticar, exibir comportamentos fora da caixa e (talvez ocasionalmente) ficarem aquém de uma meta agressiva?

FONTE: Forbes

CONFIRA TAMBÉM: AS PROFISSÕES DO FUTURO NO SETOR DE MÁQUINAS E FERRAMENTAS