fbpx

Fique por dentro

Notícias, eventos e artigos

6 Coisas Para Saber Antes de Comprar um Torno CNC

Então, você leu, conversou com seus amigos, consultou seu astrólogo e decidiu que é hora de entrar no mundo dos tornos CNC. Talvez você esteja usando máquinas manuais e esteja pronto para um upgrade, ou talvez esteja começando a usinar pela primeira vez. Seja qual for o caso, aqui estão 6 itens essenciais a ter em mente ao procurar sua máquina CNC.

 

1. Conheça seus projetos

As probabilidades são de que, se você estiver disposto a investir em um torno CNC que possa custar milhares de reais, você tem pelo menos uma ideia aproximada do que deseja fazer com ela. Ainda assim, certifique-se de entender completamente que tipo de peças você está tentando construir é muito importante.

Obviamente, você está procurando o tipo certo de máquina para as necessidades de seus projetos, mas o que exatamente isso significa? E o material? Máquinas diferentes podem lidar com diferentes graus de metal. O tamanho também é importante: qual será o tamanho do local de trabalho?Quanta precisão você precisará para fabricar as peças que deseja? E a velocidade?

É importante que você consiga realizar os trabalhos rapidamente, ou está disposto a aceitar um modelo mais lento, se isso significa mais precisão ou preço mais baixo. Tudo isso pode ser facilmente respondido, desde que você entenda exatamente o que deseja fazer com sua máquina depois de obtê-la.

 

2. Entenda o custo total

A coisa mais óbvia que você procurará na sua primeira máquina é o preço. Faça o que fizer, infelizmente, é inevitável que um torno CNC não seja barata.

Isso não significa que podemos apenas considerá-lo uma perda, na verdade, é mais uma razão para garantir que você obtenha o máximo de retorno possível. Um torno CNC usado economizará  dinheiro, porém é importante ter em mente os valores de manutenções mais frequentes. Qualquer equipamento grande sempre será um investimento, portanto, é importante escolher um modelo viável. Porém, ao considerar o dinheiro, uma peça importante que muitas vezes é ignorada pelos novos operadores é o preço das peças de reposição. Independente da máquina, usada ou nova, acabará quebrando, sem culpa própria, e você provavelmente precisará consertá-la.

Veja o preço das peças de reposição para sua marca e modelo; a maioria dos lojistas considera o preço das peças de reposição mais importante que o preço inicial da máquina.

 

3. Conheça as marcas

Em qualquer campo com um saudável grau de competição, as marcas terão que criar seu próprio nicho para sobreviver e, como tal, cada uma terá sua própria reputação entre a comunidade. Algumas empresas se diferenciam por suas máquinas. É essencial fazer muitas pesquisas e buscar a opinião de clientes de marcas variadas para descobrir a procedência e qualidade do tipo de modelo interessado.  Embora não seja tão importante quanto o preço ou as especificações mais adequadas.

 

4. Verifique se você pode programar sua máquina

Talvez o erro mais comum, especialmente entre os maquinistas experientes que mudam para máquina CNC pela primeira vez, seja comprar uma máquina muito difícil de usar. Isso acontece com muita frequência: supondo que ele entenda tudo o que precisa, um cara simplesmente procura um fornecedor confiável e encontra uma máquina robusta por um bom preço e fecha o acordo, apenas para na fábrica, se deparar com uma sopa digital esotérica de uma interface.

De fato, nem todas as máquinas são iguais, e cada uma traz seus próprios desafios e vantagens quando se trata de codificação. Se você é novo na operação de torno CNC, provavelmente procuraria um modelo que use programação conversacional, pois, embora um pouco limitador, é um bom lugar para começar e não requer muito conhecimento de codificação. Se você já trabalhou com torno CNC antes, mas é a primeira vez a possuindo na fábrica, basta dedicar um tempo para descobrir o estilo de programação com o qual você já está mais familiarizado e procurar uma plataforma compatível.

 

5. Verifique se tudo funciona

Este item parece mais do que obvio: É claro que você precisa garantir que sua máquina funcione. Mas saber se tudo funciona e saber como tudo funciona são duas coisas completamente diferentes. Por fim, você provavelmente desejará contratar um técnico qualificado para analisar qualquer peça de equipamento antes de comprá-lo, mas há alguns problemas que você provavelmente pode encontrar por conta própria.

Conhecer com antecedência problemas comuns como uso inadequado, sobrecarga ou configuração eletrônica incorreta certamente pode facilitar o processo. Um mecânico ou representante de vendas provavelmente saberá anteceder possíveis problemas.

 

6. Não tenha medo de fazer perguntas

Você pode ter notado um tema em execução em todas essas dicas, e é pedir ajuda. Toda máquina é diferente, assim como todo mecânico. A pesquisa é excelente, mas nunca pode responder a todas as perguntas que você possa ter. Às vezes, mesmo com máquinas, a melhor coisa a fazer é obter a orientação e a intuição de alguém mais experiente que você.

Portanto, antes de você afundar sua economia de vida em um torno de 5 eixos, não deixe de falar com um mecânico local, participe de um fórum de usinagem ou entre em contato conosco no Grupo Alltech e obtenha todas as respostas. Os tornos CNC são um investimento grande, mas pode valer a pena, desde que você tome o caminho certo.

FONTE: MMI Direct

 

Para mais informações sobre os nossos tornos CNC clique aqui.