fbpx

Fique por dentro

Notícias, eventos e artigos

Como Iniciar a Indústria 4.0 na Sua fábrica

Se a manufatura industrial tivesse uma palavra da moda na década, poderia ser “Indústria 4.0”. O conceito é inevitável, mas pode ser difícil de definir, especialmente para pequenos e médios fabricantes. Afinal, os recursos e necessidades parecem muito diferentes das grandes empresas que frequentemente conduzem as últimas inovações e tendências. No entanto, a Indústria 4.0 é tão difundida que muitos fabricantes menores sabem mais sobre as tecnologias do que achavam.

O que é a indústria 4.0?

Até o momento, houve quatro grandes tendências tecnológicas nos últimos cem anos que revolucionaram a indústria e a manufatura. A primeira foi a combinação de mecanização com vapor e água. A segunda juntou produção em massa e eletricidade. A terceira foi o surgimento de sistemas eletrônicos e de tecnologia da informação e, com eles, a automação.

Agora estamos na quarta era do desenvolvimento, chamada Indústria 4.0. A Indústria 4.0 refere-se à quarta revolução industrial, que conecta máquinas, pessoas e ativos físicos em um ecossistema digital integrado que gera, analisa e comunica dados sem problemas, e às vezes toma medidas com base nesses dados sem a necessidade de intervenção humana.”

Embora essa definição possa parecer complicada, a Indústria 4.0 é mais comum e mais fácil de implementar do que você imagina.

Como as indústrias já estão pensando no setor 4.0

Muitos dos componentes tecnológicos da Indústria 4.0 já estão em vigor, e é por isso que essa revolução consiste em unir máquinas, processos e produtos. De fato, muitos fabricantes menores já começaram a implementar soluções da Indústria 4.0, incluindo:

Robótica / Automação Flexível: Os robôs representam um componente importante da automação e têm muitas aplicações na fabricação industrial, desde soldagem e corte a plasma até montagem e acabamento. Os robôs também oferecem muitos benefícios em potencial para fabricantes de todos os tamanhos. Quando implementados corretamente, os robôs podem levar a um melhor controle de qualidade, um ambiente de trabalho mais seguro, gargalos reduzidos, aumento da produção, maior satisfação no trabalho e muito mais.

Fabricação inteligente: A fabricação inteligente pode ser definida como “a convergência de tecnologias operacionais e tecnologias da informação trabalhando juntas de forma integrada em tempo real”. Os pequenos e médios fabricantes estão implementando a fabricação inteligente sempre que usam o software de CAD para visualizar um projeto ou monitorar máquinas remotamente.

Rastreamento de inventário e equipamento: A identificação por radiofrequência identifica e rastreia tags automaticamente usando campos eletromagnéticos. Os chips já foram usados ​​para tudo, desde o rastreamento de animais até a cobrança de pedágios, e os recentes avanços nos projetos aumentaram sua durabilidade ao ponto em que podem ser usados ​​para aplicações de fabricação.

Maneiras simples de começar com o setor 4.0

Toda a idéia do setor 4.0 é combinar pessoas, processos e tecnologia de maneira transparente, por isso é importante integrá-los em um ritmo que não sobrecarregue seus funcionários. Para começar, realize uma avaliação de prontidão que identifique oportunidades para tecnologias simples, acessíveis e eficazes da Indústria 4.0. Depois de identificar essas oportunidades, priorize-as com base nas necessidades e nos custos dos negócios, para não tentar executar muitas novas iniciativas ao mesmo tempo.

Um exemplo de introdução à Indústria 4.0 pode ser a instalação de sensores nas máquinas de controle numérico (CNC) do computador, para que você possa começar a coletar dados. Outro pode estar usando drones para coletar dados em diferentes estágios do seu projeto, e depois usá-los para informar modelos, ferramentas, relatórios automáticos, inspeções e análises para uma tomada de decisão e eficiência superiores. Um terceiro usaria a fabricação aditiva (coloquialmente denominada impressão 3D) para criar protótipos rápidos ou peças de baixo volume, acelerando o desenvolvimento.

Como regra geral, os processos mais fáceis de implementar da Indústria 4.0 contarão com a tecnologia que existe há algum tempo, o que reduz os custos e reduz a barreira à entrada. Por exemplo, teria sido caro usar iterações precoces de chips para aplicações de fabricação, antes que novos projetos aumentassem a durabilidade e reduzissem os custos. Da mesma forma, foram necessários vários anos de desenvolvimento antes que as impressoras 3D e a fabricação de aditivos se tornassem acessíveis para os fabricantes médios e pequenos.

Embora você não acredite no começo, sua instalação provavelmente está usando mais tecnologias do setor 4.0 do que você imagina. Esses sistemas fornecerão uma base sólida à medida que você continuar a integrar novos processos e a Indústria 4.0 continuar a mudar a face da manufatura.

Veja mais: Torno MecânicoPlástico VerdeTorno CNC a Venda