fbpx

Fique por dentro

Notícias, eventos e artigos

Como criar um networking realmente eficaz?

Não importa a sua profissão ou o seu cargo, ter um networking desenvolvido te possibilita oportunidades e parcerias sem limites. Quando se trata de networking, a qualidade supera a quantidade.

Quando falamos de networking, é comum pensarmos que é a mesma coisa que conhecer muitas pessoas. É alimentado um pouco pelas mídias sociais, onde nos dizem que precisamos de um grande número de seguidores no Instagram, conexões no LinkedIn e amigos no Facebook. Contudo, na prática existem poucas profissões em que conhecer muitas pessoas de maneira superficial pode ser uma vantagem. Talvez se você estiver promovendo uma boate.

Mas para a maioria de nós, a história é outra. Depois de entrevistar centenas de executivos de sucesso, o autor do livro “Power Relationships”, Andrew Sobel, descobriu que a maioria conseguia identificar de 25 a 30 relacionamentos que haviam feito toda a diferença em suas carreiras. E eles reconheceram essas relações-chave desde o início.

Isso levou Sobel a recomendar uma abordagem diferente e provavelmente mais eficaz os nossos relacionamentos:

Networking é sobre ajudar as pessoas

Realizar networking costuma assustar algumas pessoas. Isto acontece porque elas pensam que criar contatos é uma atitude falsa, embora outras acreditam que esse é um acontecimento natural nos relacionamentos atuais.

O que é necessário compreender é que manter uma boa relação, com quem quer que seja, é primordial para qualquer pessoa e qualquer situação. E quando essas relações são profissionais, você pode obter muitos benefícios com as trocas de conhecimento, experiências e informações. Mas é preciso ajudar para ser ajudado.

É fácil supor que um contato muito bem-sucedido já tenha tudo o que ele deseja e não queira nada de você. Se você acha isso, supere, aconselha Sobel.

Desta maneira, sempre vale a pena descobrir os desejos e preocupações de um contato. As chances são altas de que você poderá encontrar algo que valha a pena oferecer. Em um evento, ele lembra, foi apresentado a um ex-CEO do Walmart. Deixado sozinho para conversar, ele logo soube que um dos membros da família do CEO sofria de uma determinada condição médica. O irmão de Sobel é especialista nessa condição e foi capaz de sugerir alguns conselhos úteis para o CEO do Walmart.

Pense em pessoas, não cargos

“Todo mundo conhece pessoas inteligentes, ambiciosas, motivadas e interessantes”, diz Sobel. “Algumas dessas pessoas, em oito ou 10 anos, serão líderes”.

É muito mais fácil conhecer alguém e formar uma conexão no início da carreira dessa pessoa, ele explica. “Não é tão fácil entrar no círculo interno de executivos de 50 ou 60 anos. Porque é muito mais fácil criar essa equidade desde o início. Então, pense em quem na sua rede parece estar indo a lugares e é realmente interessante e faça uma conexão forte. Mesmo que eles não se torne um cargo de influência, será um relacionamento interessante”.

Pense em como começar uma conversa

Algumas pessoas têm medo de não conseguir aumentar sua rede de networking por serem tímidas demais.

Se esse também for o seu caso, aqui vai algumas dicas aqui para você:

  • Selecione muito bem com quem você quer conversar. Isso vai fazer com que você evite certos desgastes e aumente sua rede de networking com contatos de qualidade.
  • Se você tiver um contato em comum com quem você quer conversar, peça que ele apresente vocês. Assim isso vai aliviar toda a tensão.
  • Faça os primeiros contatos de forma online. Assim, quando vocês forem se conhecer pessoalmente, a tensão da conversa cara-a-cara não existirá ou será amenizada
  • Chegue antes a eventos presenciais. Quando ainda não existem muitas pessoas no local, fica mais fácil e menos intimidante abordar alguém
  • Pense previamente e com bastante cuidado no que falar para cada uma das pessoas com quem você quer se relacionar. Assim, você não vai precisar perder tempo com amenidades sem saber o que falar.

Seja generoso

Isso não significa que você deva entrar em contato ou fazer coisas por eles apenas quando espera algo em troca. “Você não pode operar com o pensamento de reciprocidade em mente”, adverte Sobel. “Se você sair com essa atitude mercenária, isso será notado, e as pessoas acharão que você é um interesseiro.”

Em vez disso, ele diz: “Você precisa ter um espírito generoso. Os melhores profissionais de networking que conheço gostam de ajudar os outros. Eles sempre ajudam os outros. E se eles precisarem de alguma coisa, as pessoas se dispo em para ajudá-los.”

FONTE: Inc, Neil Patel.

 

Leia também: Os 4 Segredos da Inteligência Emocional no Trabalho

Open chat